Declaraçao de espaços livres de cemex

Pelos direitos do povo palestino, nós nos declaramos como espaços livres de Cemex.

As instalações comerciais, centros culturais, organizações comunitárias, empresas e organizações de base assinadas anunciaram nossa decisão de não comprar produtos da companhia de cimento Cemex até que ele finalize sua participação em violações dos direitos humanos cometidas por Israel contra o povo Palestino. Portanto, nos declaramos Espaços Livres da Cemex.

A empresa mexicana Cemex lucra com as políticas ilegais de Israel, construindo um futuro cada vez mais distante da igualdade, justiça e liberdade. A empresa tem instalaçoes de produção em vários assentamentos ilegais israelenses nos territórios palestinos na Cisjordânia, que foi ocupada por Israel desde 1967. Estas colônias incluem Maale Adumim, cuja expansão ameaça deslocar mais uma vez as comunidades beduínas próximas. Além disso, o cimento e o concreto produzidos pela Cemex são usados ​​na construção de outros assentamentos e em partes do Muro do Apartheid construído pelo regime israelense.

Na Colômbia, a empresa está envolvida em numerosas violações dos direitos humanos: conexões paramilitares de uma empresa adquirida pela Cemex, danos ambientais às comunidades no Sul de Bogotá e violações dos direitos sindicais.

É por isso que, em resposta ao chamado da sociedade civil palestina pela efetiva solidariedade internacional por meio de boicotes, desinvestimentos e sanções (BDS) exortamos a Cemex a retirar-se desses projetos. Até que a Cemex o faça, não vamos usar produtos Cemex em novas construções que promovamos em nossas comunidades ou para reparação de nossa sede, e chamamos os moradores de nossas comunidades e as pessoas afiliadas com nossas organizações a não comprar productos Cemex.